Virtualização de servidores: conheça e prepare seu setor de TI

Conhecer o conceito de virtualização de servidores é muito importante para quem trabalha com Tecnologia da Informação, já que são essas pessoas as responsáveis por manter todo o sistema da empresa funcionando.

Dentro de uma organização, a virtualização pode trazer inúmeros benefícios, entre eles a redução de custos e otimização de processos. Quer conhecer mais sobre a virtualização de servidores e preparar sua equipe para implementá-la na empresa? Confira!

O que é virtualização de servidores?

A virtualização de servidores é responsável por criar um tipo de simulação virtual de um ambiente real, com o objetivo de dividir os recursos e otimizar as tarefas. Ela é capaz de simular o hardware onde será rodado um sistema operacional, sem a necessidade de que este seja o mesmo da máquina real.

Por exemplo: a partir de uma máquina física é possível criar vários hardwares virtuais com capacidade de disco, memória e processamento diferentes da real. São as chamadas máquinas virtuais, ou seja, vários sistemas operam em um mesmo hardware sem estarem conectados entre si.

Na máquina física, é instalado um sistema operacional chamado Hypervisor, que faz a divisão do hardware em pequenas partes. A partir daí, é possível criar as máquinas virtuais, que terão parte da capacidade da máquina real.

Dessa forma, é possível otimizar os recursos que a máquina física possui, usando-os plenamente. É muito comum, por exemplo, que uma máquina usada dentro de uma organização isoladamente durante o expediente de trabalho não utilize ao máximo sua capacidade.

A virtualização de servidores pode ser feita total ou parcialmente tanto em máquinas como em roteadores, switches, bridges etc.

Quais são os softwares usados?

Equipamentos de rede: para virtualizar roteadores, hubs, bridges, switchs e outros equipamentos de rede são usados os softwares Dynamips/Dynagen e Packet Tracker.

Máquinas: para virtualizar servidores usados para testes são indicados os softwares Virtual Box, BootCamp, VMWare, Microsoft Virtual PC, Qemu e Parallels.

Produção: para servidores relacionados à produção são usados os softwares VMWare, Xen e KVM.

Quais as vantagens e desvantagens?

As principais vantagens da virtualização de servidores para uma organização são a redução de custos resultante do menor número de máquinas necessárias, o que também resulta na diminuição de gastos com manutenção e energia para manter os equipamentos em funcionamento.

Além disso, nota-se a maior disponibilidade do sistema, centralização do gerenciamento, aumento da compatibilidade com diferentes aplicações, facilidade de migração, redução do downtime, mais facilidade para fazer backups, simplificação das instalações e a melhora no aproveitamento do espaço físico e de hardware.

Já os pontos negativos da virtualização são o uso de muito espaço do disco, maior consumo da memória RAM das máquinas e dificuldade no acesso direto ao hardware.

Segurança e gerenciamento

Dois pontos fundamentais da virtualização de servidores são a segurança de dados e gerenciamento do sistema como um todo. Os dois pontos apresentam vantagens e desvantagens que valem a pena serem estudadas:

No caso da segurança de dados de uma organização, as máquinas virtuais se apresentam vantajosas, pois é possível implementar diversos requerimentos e ferramentas de segurança, além de ser possível definir um sistema operacional diferente para cada tipo de tarefa. O ponto negativo é relativo ao host, pois se a máquina física sofrer uma vulnerabilidade, as virtuais também sofrerão.

Já em relação ao gerenciamento, a grande vantagem da virtualização de servidores é a centralização desse trabalho. Porém, as máquinas virtuais demandam monitoramento e trabalhos de configuração contínuos para sua implementação o que, muitas vezes, demanda recursos financeiros maiores.

Quer saber mais sobre virtualização de servidores e outros assuntos relevantes para TI? Assine nossa newsletter e acompanhe nosso conteúdo. Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This