Saiba mais sobre a telefonia empresarial no Brasil

Os anos se passaram, mas a telefonia empresarial continua essencial para as empresas. Criado no século passado, os primeiros telefones exigiam uma central de operação, onde uma telefonista ligava manualmente as conexões necessárias para completar uma chamada. Com o passar dos anos, tudo isso evoluiu e permitiu agilizar ainda mais o contato entre as pessoas.

No post de hoje, você vai conhecer um pouco mais sobre a telefonia empresarial no Brasil, acompanhe:

História

No Brasil, a evolução da telefonia sempre foi acompanhada. Em 1887, D. Pedro II mandou instalar linhas do Palácio da Quinta da Boa Vista, até o local onde seus ministros residiam. Começava aí a exploração do telefone por uma empresa para fins de governabilidade. Neste ano, os telefones chamaram atenção da indústria e do comércio, que perceberam como teriam ganhos significativos com a nova ferramenta.

Muitas alterações e evoluções ocorreram até que a criação da Lei Geral de Telecomunicações, em 1997, promoveu a criação da primeira reguladora do setor no Brasil, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Ela foi resultado de um complexo processo de reformulação nas telecomunicações, que eliminou a exclusividade na exploração dos serviços por empresas estatais, liberando a privatização.

Fiscalização

Dentro das atribuições da Anatel, está a fiscalização. Desde que iniciou suas atividades, o órgão já multou em cerca de R$ 5 bilhões as companhias de telefonia. Por isso, mira as empresas do setor para garantir o cumprimento de metas. Em pesquisas e indicadores divulgados pela própria Anatel, fica evidente a insatisfação dos clientes com relação aos serviços de telecomunicações, principalmente na área de telefonia móvel, que apresenta resultados expressivos em reclamações.

Desta forma, é extremamente importante, buscar a contínua evolução dos serviços prestados, trabalhando para encontrar ferramentas e fornecedores adequados, que apoiem no monitoramento, otimização e eficiência do negócio. Assim, é possível atender regulamentações e exigências legais, garantindo o sucesso e satisfação dos clientes.

Fatores econômicos

A partir da operação da telefonia realizada por empresas privadas, a regulamentação passou a operar um plano de metas, criando um mecanismo para recuperar custos das operadoras de acordo com o cumprimento das concessionárias. Seria então, uma forma de devolver às empresas o valor investido que não obteve retorno.

Neste sentido, passou a vigorar o price-cap, que basicamente se tratava de estabelecer um tempo para reajuste de preços das empresas, sendo utilizado como parâmetros indicadores de preços e produtividade. Neste contexto, o setor de telecomunicações tem constantemente evoluído suas ferramentas, utilizando as tecnologias para melhorar fatores como produtividade ao negócio e clientes.

Direcionamento empresarial

Para que o negócio seja eficiente neste sentido, é necessário buscar opções que se adequem as características de cada empresa, considerando número de linhas, quantidade, perfil de utilização e orçamento destinado. Assim, as operadoras de telefonia dispõe de contratações específicas para o ambiente corporativo.

Portanto, é necessário que o gestor garanta contratações e o acompanhamento efetivo, buscando melhorias e formas de reduzir custos, até mesmo com apoio de parceria especializada, que pode identificar oportunidades com relação ao valor pago, proporcionando a melhoria de resultados e garantindo o melhor aproveitamento dos valores pagos através de adequações.

Tendências

Uma empresa que tenha restrições para se comunicar com clientes, fornecedores e colaboradores pode perder negócios e sofrer problemas operacionais. A telefonia digital é uma tendência em ascensão, considerando que permite reduzir custos através de opções que podem ser mais rentáveis ao negócio, graças à evolução tecnológica.

E você? Quer ficar por dentro das novidades de telefonia empresarial? Então assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This