Qual o momento certo para franquear sua marca

O franchising brasileiro é um dos mais complexos e cobiçados do mundo, com mais de 2.800 redes, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Apesar da crise econômica, o setor tem aumentado seu faturamento ano após ano, com projeção de movimentar R$ 180 bilhões em 2018. Diante de um cenário e indicadores tão otimistas, é natural que muitas marcas desejem franquear seus negócios. Mas qual é o momento certo para fazê-lo?

Primeiramente, é preciso avaliar se o modelo de franquias é a melhor opção para o seu negócio – em alguns casos, a expansão com unidades próprias é mais vantajosa, por exemplo – e conhecer os principais players do segmento de atuação. Por que um investidor abriria uma franquia da sua marca e não de um concorrente com mais tempo de mercado? Conhecer seus diferenciais é fundamental no processo decisório.

Além disso, franquear uma marca exige muito planejamento. Antes de confabular sobre sua expansão, é preciso estudar o potencial de atuação e mapear as praças disponíveis para abertura de franquias, o que pode ser feito com o auxílio de ferramentas de geomarketing. Formatar corretamente o modelo de negócio, com precificação e projeções financeiras, garante segurança ao investidor e ao franqueador – neste caso, vale a pena conversar com uma consultoria especializada, que também ajudará com questões jurídicas.

Outro ponto importante diz respeito à estrutura. Como franqueador, você deverá ter todos os processos e padrões documentados, além de capital humano disponível para prestar suporte aos franqueados tanto na implantação quanto na operação das franquias. Portanto, esteja pronto para investir em um backoffice adequado às necessidades de sua rede.

Vale ressaltar que o franchising está baseado em transferência de know how, então é importante que o franqueador já tenha operado uma unidade piloto e aprendido com erros e acertos antes de iniciar o processo de expansão por franquias. Se a unidade piloto ainda apresenta problemas – sejam eles processuais, financeiros ou de execução – é melhor repensar se este é o momento para franquear a marca.

Caso fosse possível resumir todos estes pontos em uma única palavra, esta seria maturidade. É isso que o modelo de franquias exige de um negócio, sendo, então, o momento certo para expandir. Obviamente, o tempo para atingimento dessa maturidade depende de uma série de variáveis (segmento de atuação, conhecimento, capital financeiro e humano, etc.), podendo ser atingido em meses ou, em outros casos, anos. Por isso, antes de dar esse importante passo, olhe para dentro e certifique-se que você e seu negócio estão devidamente preparados.

 

Sobre o autor

Tiago Hungria é empresário e fundador da WeAudit, referência em auditoria telefônica. Com duas décadas de experiência em gestão comercial e empresarial, lançou a primeira franquia de auditoria telefônica do Brasil após 6 anos de atuação da marca no mercado de telecom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This