Como empreender com franquias

Como empreender com franquias: dicas para ter seu próprio negócio

Empreender com franquias é uma opção cada vez mais vantajosa para quem deseja ter um negócio próprio. O mercado de franchising está em alta no Brasil, com crescimento acelerado mesmo durante a crise econômica. Em 2018, o setor atingiu o faturamento recorde de R$ 174 bilhões, 7% a mais que no ano anterior.

Além dos indicadores atraentes de lucratividade, empreender com franquias também é uma aposta segura. No Brasil, um em cada três (33%) novos negócios fecha as portas com menos de dois anos de vida. Quando falamos de franquias, essa proporção é de apenas um em cada 33 (3%).

Quer saber como ter sua franquia? Abaixo, explicamos em quatro passos o essencial para empreender no franchising.

1. Estude o mercado

Investir em franquias é empreender. Por isso, assim como qualquer novo negócio, exige conhecimento sobre o mercado em que se pretende atuar. Desbrave a região que de interesse e analise suas carências mercadológicas, assim as chances de sucesso serão maiores. Além disso, é muito importante conhecer o perfil e os hábitos dos consumidores locais.

Com tudo isso em mente, é mais direcionar sua busca pela franquia correta, pois haverá clareza de quais segmentos e serviços são adequados ao público potencial. No geral, as franqueadoras também realizam estudos de viabilidade, o que complementará a análise já realizada por você e ajudará na tomada de uma decisão mais sólida.

2. Pesquise as melhores marcas

Após conhecer melhor o mercado de atuação, chegou a hora de pesquisar as melhores marcas e modelos de negócio para você. O site da Associação Brasileira de Franchising (ABF) é o local ideal para isso, possibilitando a busca por segmentos e, ainda, obtenção de informações mais detalhadas sobre a franquia.

Não tenha pressa nesta etapa. Lembre-se que a decisão de empreender com franquias envolve investimento e deve ser levada a sério. Então, analise os planos de negócio, royalties, custos totais e demais informações relevantes sobre as marcas de seu interesse.

3. Esteja atento à Circular de Oferta de Franquia (COF)

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um dos documentos mais importantes do franchising, pois nela estão contidas todas as informações e condições do negócio, embora não represente uma obrigação de acordo. Assim, nenhum dado da marca pode ser ocultado, garantindo transparência entre as partes e maior segurança na negociação.

Por lei, a COF deve ser assinada com o mínimo de 10 dias de antecedência em relação ao contrato de franquias. Este documento também garante um acordo de confidencialidade entre franqueador e candidato, evitando vazamento de dados sigilosos.

4. Tenha contato com o franqueador e outros franqueados

Estar em contato com o franqueador é muito importante tanto na fase de negociação quanto na operação da franquia. Por isso, entenda qual é o nível de suporte prestado, os canais de comunicação disponíveis e crie laços estreitos com os gestores da marca – eles serão seus maiores aliados.

Além disso, não perca a chance de trocar experiências com outros franqueados. Faça uma pesquisa com eles antes de assinar o contrato de franquia (os contatos devem estar disponíveis na COF). Desta forma, você saberá exatamente o que esperar do seu empreendimento.

 

Quer saber mais sobre o assunto? Clique AQUI e baixe o ebook “Guia Definitivo Para Empreender Com Franquias”. Aproveite também para conhecer o modelo de franquia da WeAudit!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This