Aprenda a fazer a estratégia financeira da sua empresa

Você sabia que muitas empresas fecham as portas por falta de uma estratégia financeira eficiente? Fazer o planejamento das finanças é fundamental para sobreviver e se manter competitivo no mercado.

Além disso, pensar com estratégia ajuda a reduzir os custos de produção, possibilita uma visão abrangente sobre indicadores de desempenho e monitoramento.

Isso tudo influencia positivamente nas futuras tomadas de decisão e na percepção de novas possibilidades de investimento.

No post de hoje, vamos apresentar algumas dicas para você começar a adotar essa postura agora mesmo. Continue a leitura e aproveite!

1. Tenha uma equipe preparada

É importante que a sua equipe tenha domínio de contabilidade e habilidade em demonstrações financeiras, independentemente de ser um grupo efetivo na empresa ou terceirizado. Isso vai garantir que o seu investimento seja aplicado de maneira segura, evitando, assim, surpresas indesejáveis, como gastos em excesso, pagamento de multa por atraso, entre outros desperdícios.

2. Faça uma análise dos relatórios

Por mais que você tenha muitos compromissos durante o dia, determine uma hora para analisar os indicadores. Crie o hábito de verificar os principais relatórios com frequência, como faturamento, contas a pagar e a receber e até mesmo as despesas separadas por categorias. Conhecer todos os processos é importante para você se manter atualizado.

3. Analise os fatores internos e externos

No momento de planejar a sua estratégia financeira, leve em consideração os fatores internos e externos. Uma ótima ideia é colocar em prática o modelo de análise SWOT — uma metodologia que consiste em identificar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que rodeiam o seu negócio.

Dessa forma, é possível avaliar pontos fortes e fracos da empresa tanto na perspectiva de dentro quanto do posicionamento dela no mercado. Esse recurso pode ser utilizado regularmente, pois ajuda a evitar riscos e impactos negativos, além de servir como uma espécie de espelho que reflete a realidade.  

4. Evite se comprometer com dívidas

De nada adiantaria fazer um planejamento financeiro com base em cálculos e relatórios se as dívidas estão se acumulando. É preciso ter um pouco de bom senso para gerenciar os recursos de maneira inteligente.

Então, evite que as dívidas se acumulem. Se você tem pressa de investir em melhorias, espere um pouco mais. Procure fazer uma boa gestão e verifique o crescimento do seu capital de giro. Se tiver dinheiro em caixa sobrando, é hora de empreender.

5. Engaje a sua equipe na estratégia financeira

A ideia de estratégia financeira e formas de redução de custos deve permanecer arraigada na cultura da empresa e não apenas entre gestores e líderes. Toda a equipe deve estar ciente das políticas que visam o desenvolvimento e a sustentabilidade do negócio. Afinal, seus colaboradores são o seu principal patrimônio, a força motora que vai fazer acontecer.

Como você viu, fazer a estratégia financeira da sua empresa não é nem um bicho de sete cabeças. No entanto, a sua liderança vai fazer toda a diferença, pois é preciso saber gerenciar recursos humanos e financeiros para que os objetivos sejam alcançados.

Gostou de saber mais sobre esse tema? Aproveite para ler também o nosso post sobre o que fazer quando as contas da empresa não fecham?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This